Qual a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura?

  • ABC da Abdominoplastia
  • , Destaque
  • , Geral
Video 35

Uma das cirurgias mais procuradas por quem deseja melhorar os contornos do corpo é a Lipoaspiração e a Lipoescultura. Até certo ponto, essas técnicas são semelhantes, pois fazem o processo de sucção da gordura localizada. Porém, na Lipoescultura essa gordura passa por um processo de tratamento para ser enxertada novamente no corpo do paciente, dando mais volume a determinadas regiões.

Nesse artigo você vai saber quais as diferenças entre as técnicas, quando cada uma é indicada, como é o realizado o procedimento, os cuidados no pós-operatório e quais os resultados esperar dessas cirurgias.

 

Principais diferenças entre Lipoaspiração e Lipoescultura

 

Uma das cirurgias mais procuradas por quem deseja eliminar gordurinhas indesejadas e melhorar a silhueta é a Lipoaspiração.

Essa cirurgia é procurada tanto por mulheres quanto por homens. A principal queixa dos homens ao procurar esse procedimento é a gordura que insiste em se acumular na barriga. Já as mulheres procuram a Lipoaspiração para retirar a gordura localizada principalmente nos quadris, culotes e barriga.

Essa gordura que não é absorvida pelo organismo e se acumula em algumas regiões do corpo pode ser removida através da lipoaspiração. 

Na técnica de Lipoaspiração a gordura localizada é removida por meio de cânulas de sucção, proporcionando um contorno corporal mais satisfatório para o paciente. Já na Lipoescultura, essa gordura que foi removida é tratada para ser injetada novamente, preenchendo sulcos e vincos da face ou dando mais volume para outras áreas do corpo, como coxas e glúteos.

 

Quando a Lipoaspiração e a Lipoescultura são indicadas?

 

A Lipoaspiração é indicada para os pacientes que desejam reduzir o volume em alguma região do corpo. Já a Lipoescultura, além de reduzir o volume de alguma área, retirando o excesso de gordura, é utilizada para dar forma e volume para outras regiões, por meio do enxerto de gordura.

Vale lembrar que nenhuma dessas técnicas promove o emagrecimento e não são substitutas de uma dieta saudável e exercícios físicos. 

Para realizar um dos dois procedimentos é necessário que o paciente esteja dentro de uma faixa saudável de peso, apresente boa elasticidade da pele e não tenha obtido sucesso na eliminação da gordura através de dieta ou exercícios, sendo aconselhável a cirurgia.

A Lipoaspiração pode ser usada para tratar acúmulos de gordura nos quadris, abdômen, culotes, glúteos, coxas, braços, joelhos, panturrilha, pescoço e costas. 

Na Lipoescultura, a gordura que foi retirada de outras partes do corpo é tratada e enxertada em outra área que o paciente deseja ressaltar. Normalmente o local mais solicitado é o glúteo.

Na Belvivere, as técnicas utilizadas são a vibro lipoaspiração, normalmente utilizada em todos os pacientes e a lipo à laser, realizada em áreas menores como nos braços e na papada, com o objetivo de melhorar a flacidez de pele residual.

Nos últimos anos temos oferecido aos nossos pacientes duas novas técnicas de lipoaspiração: a LIPO HD e a lipo de média definição. O objetivo de ambas as técnicas é criar um realce das sombras musculares na região do abdômen.

 

Como é realizada a cirurgia de Lipoaspiração e Lipoescultura

 

Para realizar qualquer procedimento cirúrgico é importante contar com um cirurgião plástico capacitado e treinado que irá fazer todas as recomendações pré e pós cirúrgicas que auxiliarão o paciente a ter uma boa recuperação, proporcionando os resultados esperados.

Estar com boas condições de saúde antes da lipoaspiração é fundamental, informando ao médico tudo o que ele precisa saber sobre doenças pré-existentes, remédios de uso contínuo e qualquer indisposição anterior ao dia da cirurgia. 

O tempo de cirurgia, a escolha do procedimento e da anestesia dependem da quantidade de áreas a serem tratadas. Normalmente o tempo de internação de uma lipoaspiração ou lipoescultura é de, no mínimo, 24 horas e, nos casos mais simples, é possível que o paciente receba alta no mesmo dia.

A remoção do tecido adiposo é igual para as duas técnicas. Ainda com o paciente acordado, é necessário fazer a assepsia da pele e a demarcação pré-cirúrgica. Em seguida é aplicado a anestesia que pode ser geral, raquidiana ou peridural. 

A técnica cirúrgica mais utilizada é a Tumescente, onde é realizada uma infiltração de solução com anestésicos e vasoconstritores para facilitar a remoção da gordura, diminuindo o sangramento durante a cirurgia e a dor no pós-operatório.

Após a realização da técnica Tumescente, são feitas pequenas incisões na pele para inserir a cânula ligada a um aparelho de vácuo para fazer a sucção da gordura através de movimentos de “vai-e-vem”.

No caso da Lipoescultura, essa gordura retirada passa por um tratamento de lavagem, decantação e concentração, removendo todos os resíduos do anestésico, sangue e células adiposas que se romperam durante o processo de sucção, para que a gordura possa ser enxertada com o auxílio de seringas no corpo do paciente.

 

Pós operatório e o resultado esperado

 

Após a cirurgia, seguir todas as recomendações de pós-operatório determinadas pelo médico são fundamentais para uma boa recuperação.

Nos primeiros dias da cirurgia é comum ter um certo nível de dor e desconforto, mas com o uso de analgésico prescrito pelo médico, os sintomas são aliviados.

Durante sete dias é recomendado repouso absoluto, onde o paciente deverá se manter afastado de suas atividades laborais. Além disso, exercícios e esforços físicos devem ser suspensos por, pelo menos, 30 dias.

É comum que o paciente apresente manchas arroxeadas e inchaço, que normalmente melhoram de 15 a 20 dias após o procedimento. Para acelerar na recuperação, é aconselhável fazer sessões de drenagem linfática, sempre com a devida orientação médica.

O uso de malhas é necessário para controlar edemas, acelerar o processo de recuperação e dar suporte aos tecidos, auxiliando na cicatrização e evitando o acúmulo de líquido na região tratada. Ela normalmente é utilizada por um período de 45 a 60 dias.

Um contorno corporal livre de gordura localizada e com o volume esperado começa a aparecer depois de alguns meses após o procedimento, que é quando o inchaço desaparece, deixando o novo contorno corporal visível. O resultado esperado da cirurgia leva entre 6 meses a 12 meses e é muito importante manter o peso estável, adotando um estilo de vida saudável para ajudar a manter os resultados obtidos.

0

Se gostou dessa postagem, clique no coração!

Colunista

Dra. June Favarin
Cirurgia Plástica
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Mestre em Cirurgia Plástica pela EPM-Unifesp. Pós-graduação no Hospital Albert Einstein

Siga-me

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Notícias relacionadas

6

min de leitura

4

min de leitura

5

min de leitura

Agende seu horário

Siga-nos no instagram

Utilize a hashtag #euebelvivere para sua foto aparecer aqui

[insta-gallery id="2"]
Cirurgiões Plásticos em Criciúma

Nos acompanhe no Telegram

Clique aqui para ter acesso ao nosso diário de cirurgia plástica com conteúdos exclusivos

Belvivere no Spotify

Clique aqui e tenha acesso a dicas valiosas sobre cirurgia plástica

Belvivere Cirurgia Plástica em Criciúma. Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por Drift Web

whatsapp-icon