Importância da vitamina D

  • Alimentação
Vitamina D

Muito se fala da importância da vitamina D, pois bem, a vitamina D é um hormônio esteroide, de papel importante na manutenção dos níveis normais de cálcio e fósforo, sendo esses, fundamentais para a mineralização dos ossos, contração dos músculos, condução nervosa e função celular geral.

As fontes de vitamina D, podem ocorrer de 2 formas:

  • Alimentação: peixes gordos como sardinha e salmão (preferencialmente os selvagens), gema de ovo, óleo de fígado de bacalhau, fígado e algumas vísceras.
  • Exposição solar: 15 a 20 minutos entre 10 horas e 15 horas – sem filtro solar

Porque então, mesmo fazendo tudo isso, muitos ainda não conseguem manter bons níveis de vitamina D?

Vamos lá, para ser absorvida e sintetizada na pele, a vitamina D precisa passar por 2 etapas de hidroxilação, sendo a 1ª no fígado, onde se transforma em 25(OH)D3, sua forma inativa e circulante e na 2ª nos rins produzindo 1,25(OH)2D3, sua forma ativa. Sendo assim, pessoas com algum agravante em um desses órgãos podem ter dificuldade de fazer essa metabolização da vitamina D.

Um bom indicador do estado nutricional em relação a vitamina D, é a concentração de 25(OH)D3 no plasma, sendo possível relacionar a fonte alimentar a sua síntese endógena.
Concentrações inferiores a 20ng/ml são caracterizadas por deficiência, porém sabe-se que valores acima de 30ng/ml é o recomendado para grupos de risco como idosos, gestantes, pacientes com osteomalácia, raquitismos, osteoporose, hiperparatireoidismo secundário, doenças inflamatórias, doenças autoimunes e renal crônica e pré-bariátricos.

Quanto a orientação de ingestão total e diária ou suplementação, essa deve ser realizada por médico e/ou nutricionista. O melhor horário para administração da vitamina D, é próximo a uma refeição rica em gordura naturalmente presente nos alimentos, pois a vitamina D é lipossolúvel.

Maeda SS, Borba VZ, Camargo MB, et al. Recommendations of the Brazilian Society of Endocrinology and Metabology (SBEM) for the diagnosis and treatment of hypovitaminosis D. Arq Bras Endocrinol Metabol. 2014;58(5):411‐433.

*As opiniões expressas nesta matéria não necessariamente refletem a opinião da Clinica Belvivere. Seu conteúdo é de total responsabilidade do autor.

0

Se gostou dessa postagem, clique no coração!

Colunista

Naiana Rosa
Doutora
Nutricionista Clínica Funcional e Doutora em Ciências da Saúde, atuando em doenças metabólicas, neurológicas e dietas específicas e individualizadas.

Siga-me

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Notícias relacionadas

1

min de leitura

1

min de leitura

Agende seu horário

Siga-nos no instagram

Utilize a hashtag #euebelvivere para sua foto aparecer aqui

[insta-gallery id="2"]
Cirurgiões Plásticos em Criciúma

Nos acompanhe no Telegram

Clique aqui para ter acesso ao nosso diário de cirurgia plástica com conteúdos exclusivos

Belvivere no Spotify

Clique aqui e tenha acesso a dicas valiosas sobre cirurgia plástica

Belvivere Cirurgia Plástica em Criciúma. Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por Drift Web

whatsapp-icon