Mamoplastia: conheça todos os tipos de plástica das mamas

  • Beauty tudo
  • , Blog da mama
  • , Destaque
  • , Geral
  • , Para mamães
5c8ff8a0c77e4

As cirurgias nas mamas podem ser realizadas para aumentar o tamanho dos seios, reduzir, reconstruir o volume mamário ou levantar os seios, a fim de proporcionar um resultado satisfatório ao paciente.

Esse tipo de cirurgia plástica que modifica o formato das mamas é chamado de Mamoplastia, mas você conhece todos os tipos de plástica das mamas que existem hoje em dia?

Saiba quais são os tipos de Mamoplastia mais procurados, para quem são indicadas, como são realizados os procedimentos e como é a recuperação dessas cirurgias.

 

Os procedimentos mais indicados de plástica das mamas

As plásticas na região das mamas estão sendo cada vez mais procuradas no Brasil. O correto a se fazer é verificar qual o procedimento mais indicado para cada caso, respeitando o corpo do paciente e verificando se é possível atingir as expectativas em relação ao resultado e qual a melhor técnica para atingi-lo.

A seguir, conheça quais são os tipos de plásticas das mamas.

 

Mastopexia

Termo bastante utilizado para cirurgia de correção de mamas caídas, a Mastopexia é a cirurgia plástica que retira a pele flácida da região mamária e proporciona a remodelagem das mamas. A Mastopexia pode ser realizada com prótese ou sem e é uma técnica utilizada para, além de proporcionar a elevação dos seios corrigindo a ptose mamária, promover a sustentação e o aumento dos seios, principalmente na colocação de prótese de silicone.

A cirurgia de Mastopexia com prótese geralmente é indicada para pacientes que procuram, além do aumento dos seios, um busto mais firme e elevado, sendo possível corrigir assimetrias e a circunferência das aréolas, melhorando a estética das mamas.

Já a Mastopexia sem prótese, proporciona um “lifting da mama”, reposicionando a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele. Essa técnica associada ao enxerto de gordura, é conhecida como Mamoplastia Híbrida e o seu objetivo é melhorar a forma, aumentar o volume e criar o efeito de mamas mais juntas.

A cirurgia de Mastopexia não é aconselhada em casos de obesidade ou quando a mulher deseja engravidar logo em seguida, pois as oscilações do peso corporal podem interferir nos resultados da cirurgia.

Praticamente toda Mastopexia com prótese realizada na Belvivere é com a utilização da técnica de Alça Muscular Lateral. Nessa técnica os implantes são colocados em plano submuscular, preservando uma faixa de músculo peitoral na proporção inferior e lateral para oferecer maior apoio ao implante, diminuindo o risco de deslocamento. 

Apesar do nível um pouco maior de dor no pós operatório, com essa técnica é possível ter resultados mais previsíveis e estáveis a longo prazo.

 

Mamoplastia redutora

Seios grandes são o sonho de muitas mulheres, mas para outras pode acabar não sendo algo muito bom. Os seios desproporcionais ao tamanho e peso da paciente pode acometer não somente a aparência estética dela, mas pode gerar problemas de saúde, psicológicos e emocionais.

Quando o peso e tamanho das mamas começa a gerar limitações nos movimentos, dores nos ombros e costas, gera lesões e prejudica a qualidade de vida da mulher, uma cirurgia indicada é a Mamoplastia de redução.

O objetivo dessa técnica é diminuir o volume dos seios, corrigindo sua posição, além de deixá-los simétricos e com o peso ideal para o corpo da paciente. Essa cirurgia é mais indicada para as pacientes que já estão com o corpo totalmente formado, porém em alguns casos, pode ser indicado para adolescentes, visando melhorar a sua saúde, postura e qualidade de vida. 

Outro ponto a ser considerado em uma cirurgia de redução é a gravidez. Caso a mulher tenha feito uma cirurgia de redução antes da gravidez, não necessariamente os resultados serão perdidos, mas é importante controlar o ganho de peso, pois quando a gestante ganha muitos quilos, as mamas podem sofrer alterações significativas de formato e tamanho, tendo a elasticidade da pele ao redor das mamas modificado.

Caso a gestante deseje realizar a cirurgia de redução das mamas depois da gravidez, é recomendado que ela realize o procedimento somente depois de parar de amamentar pois, dependendo da técnica utilizada na cirurgia, pode haver dificuldades na amamentação.

A cirurgia de redução geralmente é realizada através de incisões nos seios para remover o excesso de gordura, tecido glandular e pele. Em alguns casos, o excesso de gordura pode ser removido através de lipoaspiração.

O tamanho dos seios, anatomia, composição da mama e a redução de tamanho desejadas pela preferência pessoal da paciente, juntamente com o aconselhamento do cirurgião, determinarão qual a melhor técnica a ser utilizada.

Mamoplastia de aumento

Uma das cirurgias mais requisitadas pelas pacientes é a Mamoplastia de aumento. Ela é bastante procurada por mulheres que possuem pouco tecido mamário ou por quem deseja seios mais volumosos que valorizem os contornos do corpo, aumentando assim a sua satisfação pessoal da paciente.

Para realizar o aumento, a escolha dos implantes é fundamental, baseando-se nas medidas da mama, o diâmetro do tórax, porte físico do paciente e sua expectativa alinhada com o conselho do seu médico.

As incisões para a colocação da prótese são feitas em áreas onde a cicatriz fique menos visível. Na Belvivere a incisão utilizada é a inframamária, possibilitando uma cicatriz mais discreta, posicionada na dobra das mamas, além de proporcionar fácil acesso para a colocação da prótese, pouca dor, não causa lesão na glândula mamária, diminuindo a tensão da cicatriz e o tempo de recuperação.

Os resultados dessa cirurgia são o aumento do tamanho e projeção dos seios, deixando os seios mais firmes, melhorando o equilíbrio do corpo, elevando a autoestima e a autoconfiança de cada paciente.

Ginecomastia (Mamoplastia redutora masculina)

O aumento das mamas nos homens pode estar relacionado a fatores genéticos, alterações hormonais, uso de medicamentos ou ganho de peso e isso pode gerar problemas de insegurança, causando dificuldades emocionais e psicológicas nos pacientes.

Para alguns homens, a perda de peso ou exercícios pode não ser suficiente para um resultado satisfatório, já que as glândulas podem contribuir para manter o volume excessivo das mamas.

Uma solução duradoura e eficaz, nesses casos, é a cirurgia conhecida como Ginecomastia (Mamoplastia redutora masculina). Esse procedimento é utilizado para reduzir o volume das mamas, reparar os mamilos e aréolas, melhorando o contorno do tórax.

O tipo de incisão realizada nessa cirurgia é feito de forma que a cicatriz fique mais discreta possível, geralmente em formato meia lua, acompanhando a margem inferior da aréola.

O resultado dessa cirurgia costuma ser bastante satisfatório e a recuperação relativamente rápida.

 

Como funciona a recuperação das cirurgias nas mamas

Para realizar qualquer tipo de cirurgia é muito importante conversar com o médico cirurgião de sua confiança, pois somente ele poderá dizer qual o procedimento mais indicado para você e quais serão os cuidados pós-operatórios, visando uma recuperação mais tranquila e sem complicações.

Em algumas técnicas utilizadas, o paciente pode fazer pequenos movimentos com os braços no dia seguinte à realização da cirurgia, porém é importante reduzir os movimentos e respeitar o tempo de repouso recomendado pelo médico para que a recuperação e a cicatrização da área operada não sejam prejudicadas.

Portanto a recuperação depende das técnicas utilizadas, dos cuidados indicados pelo cirurgião plástico e dos resultados que se espera de cada tipo de procedimento.

 

0

Se gostou dessa postagem, clique no coração!

Colunista

Dra. June Favarin
Cirurgia Plástica
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Mestre em Cirurgia Plástica pela EPM-Unifesp. Pós-graduação no Hospital Albert Einstein

Siga-me

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Notícias relacionadas

6

min de leitura

4

min de leitura

5

min de leitura

Agende seu horário

Siga-nos no instagram

Utilize a hashtag #euebelvivere para sua foto aparecer aqui

[insta-gallery id="2"]
Cirurgiões Plásticos em Criciúma

Nos acompanhe no Telegram

Clique aqui para ter acesso ao nosso diário de cirurgia plástica com conteúdos exclusivos

Belvivere no Spotify

Clique aqui e tenha acesso a dicas valiosas sobre cirurgia plástica

Belvivere Cirurgia Plástica em Criciúma. Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por Drift Web

whatsapp-icon